Atenção aos sinais da hipertensão

Atualizado: 4 de Out de 2018

Outubro de 2017


Atenção aos sinais da hipertensão


A alta concentração de pressão sanguínea nas artérias acomete cerca de 30 milhões de brasileiros, segundo dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde em 2015. A hipertensão, popularmente conhecida como pressão alta é uma doença crônica que pode afetar órgãos

como coração, vasos sanguíneos, rins e o cérebro.


Segundo estudo realizado pela American Heart Association, o Brasil está em sexto lugar no ranking de países com alta taxa de morte em consequência de doenças cardíacas, infartos e hipertensão arterial, na faixa etária de 35 a 74 anos. A estimativa em 2025 é que a população hipertensa aumente para 1,6 bilhões no planeta.


A doença normalmente é silenciosa, os sinais só começam a ser notados quando a pressão já está num alto nível de descontrole. Dor no peito e na cabeça, além de tonturas e enjôos são alguns dos indícios de um possível quadro hipertenso.


Ao perceber os sinais o indivíduo deve procurar imediatamente atendimento médico, pois a pressão alta pode provocar com o passar do tempo o entupimento e rompimento dos vasos sanguíneos, gerando complicações como: infarto, acidente vasculhar cerebral – AVC e nos rins

causar alterações na filtração e até paralisação dos órgãos.


O consumo em excesso de sal, bebidas alcoólicas, o estresse, a obesidade e um estilo de vida sedentário pode impulsionar rapidamente num diagnóstico de pressão alta. Normalmente, pessoas com pressão de 14 por 9 em repouso são consideradas hipertensas, e se não houver

resultados com uma mudança de hábitos saudáveis, as medicações serão adotadas para controlar o intenso fluxo sanguíneo.



HÁBITOS QUE AJUDAM NA PREVENÇÃO E CONTROLE DA HIPERTENSÃO


Alimentação equilibrada


Invista numa alimentação regrada com frutas, cereais integrais e laticínios com baixo teor de gordura, que contenham nutrientes necessários para quem precisa baixar a pressão;




Sem cigarro


Fumar é um dos hábitos mais agressivos para o corpo e é responsável por colaborar com o surgimento de inúmeras doenças. O estreitamento do calibre das artérias, propiciando Entre outros danos ao organismo, o cigarro reduz o calibre das artérias, dicultando a circulação de sangue. Não fume;




Acompanhamento médico


Meça a pressão arterial com regularidade e anote os valores para que seu médico possa avaliar a eficácia do tratamento.


Siga as orientações médicas


Não interrompa o uso da medicação nem diminua a dosagem por sua conta. Siga as indicações de seu médico e tome os remédios rigorosamente nos horários prescritos;



Sal na medida


Faça o uso do sal com moderação. O tempero tem uma quantidade considerável de sódio, que contribui para o aumento da pressão arterial;





Relaxar é preciso


O estresse é outro fator que contribui para os índices da pressão arterial aumentar. Sair do sedentarismo por meio de atividades físicas com acompanhamento de profissionais aptos, técnicas de relaxamento e psicoterapia são medidas que podem contribuir para equilibrar o estresse e a hipertensão.

© 2020 - Vitor Catanho

Todos os direitos reservados

  • https://www.youtube.com/channel/UCZz
  • Black LinkedIn Icon