Campanha Nacional de imunização contra o Sarampo começa a partir do dia 07/10

04/10/2019

Saúde



Campanha Nacional de imunização contra o Sarampo começa a partir do dia 07/10


Foto: Wix - banco de imagem

O Ministério da Saúde anunciou hoje, 04/10, uma nova campanha nacional de vacinação contra o sarampo em todos os postos de saúde. A imunização contra a doença começará na próxima segunda-feira, 07/10, e terminará no dia 25 de outubro para o primeiro grupo: crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, com o dia D de vacinação no sábado, 19 de outubro.


O segundo grupo, previsto para iniciar no dia 18 e novembro, será para adultos na faixa-etária de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia. A meta é vacinar 2,6 milhões crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões adultos.


Com o surto ativo da doença que atingiu 5.404 casos nos últimos 90 dias, 5.228 foram identificados em 173 municípios do Estado de São Paulo, concentrando 97% do total de pessoas diagnosticadas com sarampo.


Os outros 176 casos foram detectado em pessoas em 18 estados (Rio, Minas, Maranhão, Paraná, Piauí, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Pará, Distrito Federal, Rio Grande do Norte, Espirito Santo, Goiás, Bahia e Sergipe).

O boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado nesta sexta-feira, 4/10, confirma a morte de seis pessoas por sarampo no Brasil, sendo cinco em São Paulo e um em Pernambuco. Quatro óbitos ocorreram em menores de 1 ano de idade e dois em adultos com 31 e 42 anos.


Diante de boatos / fake news (notícias falsas) que circulam na internet, principalmente em grupos de redes sociais, orientando os responsáveis sobre "os riscos* provocados por vacinação" o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta ressalta a importância de imunização e de manter as cadernetas de vacinação em dia.


“Vacina é um direito da criança. Ela não consegue ir sozinha a uma unidade de saúde para se vacinar. Pais, responsáveis, avós chequem a carteira de vacinação como ato de respeito e de amor. Se estiver incompleta, leve a criança para tomar a segunda dose. Se a criança não tiver tomado nenhuma, ela deve tomar a primeira dose e, na sequência, a segunda”.


Como ação para dissipar as fake news sobre os riscos de vacinação e incentivar a imunização de crianças, o Ministério da Saúde disponibilizará R$ 206 milhões que serão destinados aos municípios que cumprirem duas metas estabelecidas pela pasta. Para receber esse recurso adicional, os gestores terão que informar mensalmente o estoque das vacinas poliomielite, tríplice viral e pentavalente e atingir 95% de cobertura vacinal contra o sarampo em crianças de 1 a 5 anos de idade com a primeira dose da vacina tríplice viral. "


Segundo o Governo Federal, estados e municípios estão trabalhando em conjunto para vacinar 39,9 milhões de brasileiros, 20% da população, que hoje estão suscetíveis ao vírus do sarampo, de acordo com o Ministério da Saúde.


O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina. Por essa razão, é importante a imunização para evitar complicações como cegueira e infecções generalizadas que podem levar a óbito.

O trecho: "os riscos* provocados por vacinação"se refere aos boatos disseminados na internet intencionalmente usando uma linguagem e estrutura similar ao conteúdo jornalístico para confundir os leitores. Trata-se de fake news.



#Saúde #CampanhaNacionalDeVacinação #Sarampo


© 2020 - Vitor Catanho

Todos os direitos reservados

  • https://www.youtube.com/channel/UCZz
  • Black LinkedIn Icon