Destaques da Posse Presidencial de Jair Bolsonaro

01/01/2019

Brasil



Destaques da Posse Presidencial de Jair Bolsonaro



Reprodução: Internet

Jair Bolsonaro, o novo presidente eleito do Brasil assumiu o governo hoje, 01 de janeiro, seguindo o tradicional rito de posse com reforçado esquema de segurança. Bolsonaro deixou a Granja do Torto, uma das residências oficiais da presidência da república por volta das 14 horas e 20 minutos.


Passou pela Catedral de Brasília, onde saiu com o carro Rolls-Royce Silver Wraith de 1952 em direção ao Congresso Nacional.


Na companhia da esposa, Michele Bolsonaro e do filho Carlos Bolsonaro, o presidente acenava para centenas de expectadores que acompanhavam o trajeto.


Logo no início cortejo, um cavalo provavelmente se assustou com os barulhos de sirenes e da multidão, e se aproximou do carro do presidente, mas logo foi contido pelos seguranças.


Já no Congresso Nacional, o presidente do senado, Eunício Oliveira (MDB) iniciou a sessão solene apresentando o presidente e seu vice, Hamilton Mourão e demais autoridades presentes, dentre elas: Rodrigo Maia (DEM) presidente da Câmara dos Deputados; Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal; Raquel Dodge, procuradora-geral da República; Fábio Ramalho, primeiro vice-presidente da mesa do Congresso Nacional; Fernando Giacobo, primeiro secretário da mesa do Congresso Nacional.


Após as apresentações e execução do hino nacional, o presidente do senado convidou Bolsonaro para fazer a leitura do compromisso constitucional. “Prometo defender e cumprir a constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a União, a integridade e a Independência do Brasil”. O Vice, Hamilton Mourão também proferiu o compromisso constitucional.


O Termo de leitura de posse foi lido pelo deputado Fernando Giacobo, e assinado por Jair Bolsonaro e Hamilton Morão e as autoridades que fizeram parte da mesa do plenário do Congresso Nacional. Em seguida, o presidente já empossado fez o seu primeiro discurso agradecendo a Deus pela vitória e pela recuperação, após sofrer um atentado durante o período eleitoral.


No discurso, Bolsonaro reforçou também o compromisso que tinha firmado durante toda campanha eleitoral em relação ao direito de ir e vir, por meio de leis que favoreçam o porte de armas para civis, políticas que tornem o mercado de trabalho mais “liberal” para geração de empregos, além de citar a saúde, educação e saneamento básico.


O presidente empossado seguiu para a rampa do Palácio do Planalto, acompanhado da primeira-dama, Michele Bolsonaro, do Vice, Hamilton Mourão, e de sua esposa Paula Mourão para receber a faixa presidencial do agora ex-presidente da república, Michel Temer. Momento emblemático e esperado pelo público que o aguardou na praça dos Três Poderes.


A cerimônia de passagem da faixa presidencial foi no parlatório sob o olhar de chefe de Estado, familiares e convidados da presidência, além de centenas de jornalistas e eleitores de Jair Bolsonaro, que vibraram com esse momento simbólico proferindo a frase “o capitão chegou!”


Antes do pronunciamento de Bolsonaro no parlatório, a primeira-dama transmitiu uma mensagem de agradecimento em libras (Língua Brasileira de Sinais) com a versão voz da interprete Adriana Ramos.


Michele agradeceu aos brasileiros pelo apoio durante a campanha eleitoral e ao momento em que Bolsonaro ficou internado após atentado sofrido em Juiz de Fora, Minas Gerais. Ainda na mensagem, ela se dirigiu à comunidade surda, pessoas com deficiências e todos os que se sentem esquecidos dizendo que serão valorizados e com seus direitos respeitados.


No discurso ao povo brasileiro, o presidente reforçou algumas das prioridades do governo, como: a segurança, educação básica, atuar na redução da atual crise econômica, e disse também que irá acabar com ideologias que “defendem bandidos e criminaliza policiais, que levou o Brasil a viver o aumento de índices de violência e o crime organizado”. E Para finalizar o pronunciamento, Bolsonaro usou o slogan de campanha: “Brasil acima de tudo e deus acima de todos!”


No final da cerimônia, Jair Bolsonaro, juntamente com o Vice, Hamilton Mourão e suas respectivas esposas receberam os cumprimentos de chefes de Estado e personalidades da política. Dentre eles: o presidente Mario Abdo Benítez (Paraguai), Tabaré Vázques (Uruguai), Jorge Carlos Fonseca (Cabo Verde), o primeiro ministro de Marrocos, Saadeddine Othmani, além dos primeiros-ministros de Israel e Hungria, respectivamente, Bejamin Netanyahu e Viktor Orbán.

© 2020 - Vitor Catanho

Todos os direitos reservados

  • https://www.youtube.com/channel/UCZz
  • Black LinkedIn Icon