Fabrício Queiroz é preso em Atibaia - SP

Política

18/06/2020


Fabrício Queiroz é preso em Atibaia - SP


Reprodução: Divulgação / Polícia Civil SP

Na manhã desta quinta-feira, 18/06, a Polícia Civil iniciou a operação 'Anjo' parceirada entre o MP-SP e MP-RJ (Ministério Público de São Paulo e do Rio de Janeiro, respectivamente), que resultou na prisão preventiva (sem prazo para soltura) de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro - quando o senador era deputado estadual no Rio de Janeiro. Queiroz foi encontrado numa residência em Atibaia, município localizado no interior paulista. O imóvel pertence a Frederick Assef, advogado de Flávio Bolsonaro e Jair Bolsonaro.


O Ministério Público analisa as medidas cautelares autorizadas pela Justiça que estão relacionadas ao inquérito que investiga a chamada 'rachadinha', prática em que servidores da Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) devolveriam parte dos seus salários ao então deputado estadual Flávio Bolsonaro.


Infográfico sobre o esquema de 'rachadinhas' | Arte: Vitor Catanho

Queiroz aparece no radar das investigações do MPRJ, assim como outros suspeitos de participação no esquema, que conseguiu na Justiça a decretação de medidas cautelares que incluem busca e apreensão, afastamento da função pública, o comparecimento mensal em Juízo e a proibição de contato com testemunhas. São eles o servidor da Alerj Matheus Azeredo Coutinho; os ex-funcionários da casa legislativa Luiza Souza Paes e Alessandra Esteve Marins; e o advogado Luis Gustavo Botto Maia.


Após ser preso em São Paulo, Queiroz foi encaminhado para o Rio de Janeiro. Agentes da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ) e promotores de Justiça do GAECC/MPRJ escoltaram o preso para a realização do exame de corpo de delito (perícia médica) no Instituto Médico Legal (IML) na capital fluminense. Posteriormente, os agentes conduziram Queiroz ao Presídio José Frederico Marques, situado no bairro de Benfica (zona norte da cidade), onde encontrará com seus advogados.


Em seguida, o ex-assessor de Flavio foi levado à Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira (Bangu 8), no Complexo Penitenciário de Gericinó, que seguirá em isolamento social numa cela por 14 dias devido ao protocolo segurança aplicado por conta do novo coronavírus no país.


Ainda em nota divulgada pelo MPRJ, informa que a investigação tramita sob sigilo, razão pela qual não é possível fornecer detalhes do caso no momento.


DETALHES DA OPERAÇÃO 'ANJO' EM ATIBAIA


Em entrevista ao canal 'BandNews TV', Osvaldo Nico Gonçalves, o delegado e diretor do Departamento de Operações Policiais Estratégicas, disse que o Ministério Público do Rio apontou

Foto: reprodução - Polícia Civil

para o Ministério Público de São Paulo o local em que Queiroz estava. Os mandados de prisão foram recebidos no dia anterior (17) às 20h e foi realizada às 06h de hoje.


O delegado relata que os agentes tiveram que cortar o cadeado do portão porque Fabrício Queiroz tinha tomado remédio para dormir, e por isso não conseguia atender a campainha. Ainda de acordo com o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, Queiroz não ofereceu resistência "ele se entregou de pronto".


Foi apreendido dois celulares, R$ 900,00 em dinheiro e mais alguns papeis que foram encaminhados para o Rio de Janeiro para análise, já que toda a investigação está sendo realizada pelo MPRJ. Até o momento também não há indícios que Márcia Oliveira de Aguiar, esposa de Queiroz, esteve em Atibaia durante esse período em que ele ficou abrigado na residencia. Ela é considerada foragida pela Justiça do Rio.


Na casa em que Fabrício Queiroz estava foi encontrado um cartaz escrito AI-5, Ato Institucional Número Cinco que significou a perda de mandatos de parlamentares e também a suspensão de quaisquer garantias constitucionais que eventualmente resultaram na institucionalização da tortura, comumente usada como instrumento pelo Estado - e também bonecos do personagem Tony Montana (interpretado por Al Pacinio), personagem fictício, um refugiado cubano fugitivo do regime comunista de Fidel Castro do filme 'Scarface'.


DECLARAÇÃO DE FLÁVIO BOLSONARO


No Twitter, o senador Flávio Bolsonaro comentou sobre a prisão de seu ex-assessor na Alerj:


"Encaro com tranquilidade os acontecimentos de hoje. A verdade prevalecerá! Mais uma peça foi movimentada no tabuleiro para atacar Bolsonaro. Em 16 anos como deputado no Rio nunca houve uma vírgula contra mim.Bastou o Presidente Bolsonaro se eleger para mudar tudo! O jogo é bruto!" Até o momento, o Presidente Jair Bolsonaro não se manifestou sobre a operação.


© 2020 - Vitor Catanho

Todos os direitos reservados

  • https://www.youtube.com/channel/UCZz
  • Black LinkedIn Icon