INCA estima cerca de 59.700 novos casos de câncer de mama no Brasil em 2019

01/10/2019

Saúde



INCA estima cerca de 59.700 novos casos de câncer de mama no Brasil em 2019



Foto: Wix - banco de imagens

No Brasil, o câncer de mama está no topo dos tipos de cânceres que mais acometem as mulheres. De acordo com dado divulgado pelo INCA - Instituto Nacional de Câncer, a estimativa é de 29,5% de novos casos da doença, cerca de 59,700 mulheres diagnosticadas no país com essa categoria de câncer em 2019.


O surgimento da doença antes dos 35 anos de idade é considerado raro. A partir desta idade é que a incidência do câncer de mama aumenta, sendo necessária a realização do autoexame e de exames clínicos mais eficazes, como a mamografia. Por isso, é fundamental ter o acompanhamento médico, principalmente de um mastologista ou/e ginecologista.


A causa do câncer se deve pela modificação de células normais em células tumorais em um processo de vários estágios, que geralmente progridem de uma lesão pré-cancerosa para tumores malignos. Essas transmutações são o resultado da interação entre os fatores genéticos de uma pessoa e três categorias de agentes externos, incluindo:


Cancerígenos físicos, tais como radiação ultravioleta e ionizante;


Substâncias químicas cancerígenas, como o amianto, componentes do fumo do tabaco, aflatoxina (um contaminante alimentar) e arsênio (um contaminante da água potável);


Cancerígenos biológicos, tais como infecções por certos vírus, bactérias ou parasitos.

Histórico familiar de câncer de ovário, casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos; registros na família de câncer de mama em homens, e ter realizado reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos, Obesidade e sobrepeso após a menopausa, além de sedentarismo são também outros fatores listados pelo INCA que aumentam o risco da doença.



Sintomas


O aparecimento de nódulo (caroço), geralmente indolor, duro e irregular: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela própria mulher; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no mamilo (bico do peito), pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço e saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.



Prevenção e tratamento


Conforme informado no início da reportagem, o câncer por ser uma doença formada pela mutação de células saudáveis para tumorais, além de outros fatores genéticos e externos não há ainda alguma medida que possa barrar 100% o surgimento da doença. Porém, ter uma alimentação saudável e práticar atividades físicas colaboram para reduzir em até 28% o risco da mulher desenvolver câncer de mama.


Realizar o autoexame e consultar com periodicidade o mastologista são procedimentos indicados especialmente para detectar em estágio inicial algum nódulo nos seios.


Em casos com diagnóstico do câncer de mama confirmado, o tratamento dependerá do estágio da doença alinhado ao perfil de cada paciente. Pode incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia e terapia biológica (terapia alvo).



Outubro Rosa



É um movimento iniciado nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.

A comemoração também foi aderida pela maioria dos países, com o intuito de alertar a população sobre a importância do combate à doença e estimular a participação de governos, entidades, empresas e a sociedade em geral em ações efetivas que possam contribuir no apoio as mulheres diagnosticadas com câncer de mama.



Onde procurar atendimento | informação



Está disponível no portal do Instituto Nacional do Câncer os links com endereços de hospitais e clínicas credenciados para realizar o tratamento oncológico pelo SUS - Sistema Único de Saúde (desde exames até operações).


De acordo com o INCA, cabe às secretarias estaduais e municipais de Saúde organizar o atendimento dos pacientes, definindo para que hospitais os pacientes, que precisam entrar no sistema público de saúde por meio da Rede de Atenção Básica, deverão ser encaminhados.


Para encontrar um hospital mais próximo para atendimento oncológico clique aqui.




#OutubroRosa #Saúde #CâncerDeMama

Fontes para realizar a reportagem:


INCA (1 e 2), OMS | OPAS (1) e Ministério da Saúde (1).

© 2020 - Vitor Catanho

Todos os direitos reservados

  • https://www.youtube.com/channel/UCZz
  • Black LinkedIn Icon